05/07/2019 às 14:44, Atualizado em 05/07/2019 às 14:51

Prefeitura oferece atendimento a pessoas em situação de rua

Equipe do CREAS realiza abordagens e propõe desde acolhimento provisório a distribuição de cobertores

Cb image default
Fotos: Divulgação

A Prefeitura de Sidrolândia por intermédio do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) – órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social (SEAS) – realizou abordagens nas praças e ruas durante a quinta-feira (04/07) para auxiliar as pessoas em situação de rua, expostas à chuva e à frente fria que chegou ao município.

Foram abordadas 12 pessoas na Praça Central, que não aceitaram cobertores e o pernoite na Casa de Passagem mantida pela Prefeitura.

Hoje (05/07), 5 pessoas que foram atendidas no dia anterior procuraram a Casa de Passagem para acolhimento provisório. Ainda nesta sexta-feira, houve 8 abordagens, dos quais 5 aceitaram cobertores e os demais negaram o atendimento.

Cb image default
Divulgação

A SEAS esclareceu que é ofertado à população em situação de rua, na sede do CREAS, de segunda a sexta-feira: café da manhã, local para banho, roupas limpas, passagens para outros municípios, acesso a 2ª via de documentos e, através das abordagens sociais nas quintas-feiras (no tempo chuvoso e frio são feitas mais vezes), são realizados acompanhamentos gradativos com a equipe técnica e encaminhamentos para outros dispositivos da rede socioassistencial. A equipe do CREAS explicou que quando há necessidade do serviço de Casa de Passagem, eles são encaminhados para que a equipe da Alta Complexidade na SEAS para que se proceda ao atendimento, onde os destinatários recebem atenção da equipe de cuidadores. Na Casa de Passagem são fornecidos materiais e local para realização de higiene pessoal, roupas limpas, alimentação de qualidade, além de um local para pernoitar, podendo permanecer de 3 a 7 dias conforme o Regimento Interno da Instituição. Nos dias chuvosos e frios de fim de semana acontece o acolhimento emergencial pela própria equipe que trabalha na Casa de Passagem.

Cb image default
Divulgação

O serviço realizado pelas equipes objetiva a satisfação de necessidades imediatas básicas e promove a inserção dessas pessoas na rede de serviços socioassistenciais e das demais políticas públicas na perspectiva da garantia de direitos, contribuindo para que se reduzam as violações de direitos, o número de pessoas em situação de rua e garanta-se sua proteção social.