31/01/2022 às 15:01, Atualizado em 31/01/2022 às 16:47

Com 140 inscritos, fábrica de lingerie inicia capacitação em Quebra Coco

Cb image default
Foto: Rafael Brites

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) deu início hoje (31) a capacitação dos futuros funcionários da Carolina Paiva Lingerie, fábrica que vai funcionar no distrito do Quebra Coco. A unidade vai gerar 40 empregos e se instalará no prédio do antigo Centro Comunitário cedido pela Prefeitura de Sidrolândia.

O curso de capacitação está funcionando em dois turnos, no matutino das 07h às 11h e no vespertino das 13h às 17h. Dentro de 30 dias, aproximadamente, a contar do início do curso, a empresa já espera colocar em funcionamento a unidade que produzirá em torno de 15 mil peças por semana.  

Cb image default
Foto: Rafael Brites

Na quinta e sexta, 27 e 28 respectivamente, foram feitas as inscrições de 140 pessoas do distrito para receberem a capacitação. A cada duas semanas serão treinadas de 15 a 20 pessoas até a inauguração da fábrica. Uma das pessoas que está recebendo o curso é Adriene Simões de Souza, 28 anos, residente há 16 anos no Quebra Coco. Adriene está desempregada há três anos. Ela conta que essa é a oportunidade de conseguir um emprego sem precisar ir para área urbana do município. “Esse é um sonho de qualquer um do distrito do Quebra Coco que está sendo realizado pra gente, e eu fico muito feliz. Aqui é mais perto, a gente não precisa pegar BR que é mais perigoso”, relata.

Os funcionários receberão o piso salarial da categoria, R$1.413,57 para costureira e R$1.259,12 para auxiliar.

Na segunda-feira passada, 24, o secretário de desenvolvimento econômico e turismo, Ademir Osiro, esteve no Quebra Coco reunido com os proprietários da empresa, Afonso Paiva e Cristiane Paiva, e com alguns representantes do distrito para falar do projeto que abre a oportunidade de trabalho para o Quebra Coco, que devido ao fechamento da Usina Santa Olinda, há quase 10 anos, perdeu a indústria que chegou a empregar 2.500 pessoas e desde então sofre com o esvaziamento populacional.

Cb image default
Foto: Rafael Brites