25/01/2022 às 14:16, Atualizado em 25/01/2022 às 15:18

Fábrica de lingerie vai instalar unidade de produção e gerar 40 empregos no Quebra Coco

Cb image default
Divulgação

Dentro de 30 dias a Carolina Paiva Lingerie, fábrica com sede em Dois Irmãos do Buriti, colocará em funcionamento uma unidade no Distrito de Quebra Coco, onde planeja produzir 15 mil peças por semana. A unidade vai gerar 40 empregos e se instalará no prédio do antigo Centro Comunitário cedido pela Prefeitura de Sidrolândia.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo vai oferecer um curso de capacitação para treinar quem estiver interessado em trabalhar na fábrica. Os interessados, homens e mulheres, poderão se inscrever na quinta e sexta-feira (dias 27 e 28) na sede da subprefeitura do distrito.

Cb image default
Divulgação

Os contratados receberão o piso salarial da categoria, R$1.413,57 para costureira e R$1.259,12 para auxiliar. Um levantamento prévio identificou 106 moradores do distrito interessados em trabalhar no ramo de confecções.

Na segunda-feira (24) o secretário de desenvolvimento econômico e turismo, Ademir Osiro, esteve no Quebra Coco reunido com os proprietários da empresa, Afonso Paiva e Cristiane Paiva, e com alguns representantes do distrito para falar do projeto que abre a oportunidade de trabalho para o Quebra Coco, que devido ao fechamento da Usina Santa Olinda, há quase 10 anos, perdeu a indústria que chegou a empregar 2.500 pessoas e desde então sofre com o esvaziamento populacional.

Dona Irene, moradora do Quebra Coco há 10 anos, há quase dois anos se empenha para a Carolina Paiva Lingerie montar uma unidade de produção no distrito, a geração de emprego é fundamental para a volta dos tempos de prosperidade. “Quando eu dizia da empresa aqui, ninguém acreditava mais, achavam que não era realidade, mas deu tudo certo”, comenta.