19/02/2021 às 10:58, Atualizado em 19/02/2021 às 11:16

Prefeitura anuncia as 11 primeiras cirurgias eletivas ortopédicas para o sábado

Projeto da Gestão Municipal em Sidrolândia começou pela Ortopedia um Mutirão de Saúde para zerar filas de espera por cirurgias eletivas. 120 pacientes passaram pela triagem

Cb image default
Cerca de 120 pacientes foram reavaliados no CEM (Fotos: Rafael Brites)

A Prefeitura de Sidrolândia iniciará no sábado (20/02) a etapa das cirurgias eletivas que fazem parte do Mutirão de Ortopedia, projeto desenvolvido pela atual Gestão Municipal, com apoio da Secretaria de Estado de Saúde na pessoa do titular da Pasta, Geraldo Resende.

A prefeita Vanda Camilo comunicou que as 11 primeiras cirurgias serão realizadas a partir das 8h30 da manhã, no Hospital Beneficente Dona Elmíria Silvério Barbosa, e o secretário Geraldo Resende virá a Sidrolândia para acompanhar o início da ação.

A finalidade do Mutirão de Saúde instituído pela Administração Municipal é eliminar as filas de espera por cirurgias eletivas, onde um grande número de cidadãos sidrolandenses aguardam – muitos, há anos – para passarem pelo procedimento.

Cb image default
Prefeitura recebeu os ortopedistas enviados pela Secretaria de Estado de Saúde para as consultas

A primeira especialidade a atender é a da Ortopedia. Nos dias 21 de janeiro e 11 de fevereiro, o médico Marcelo Quartiero e equipe foram enviados pela Secretaria de Estado de Saúde, a pedido da Prefeitura, para realizar consultas de reavaliação nos pacientes que estão com encaminhamentos para cirurgias eletivas na fila de espera do SISREG (Central de Regulação).

Cerca de 120 consultas de reavaliação

A coordenadora do Centro de Especialidades Municipal (Cem) – repartição vinculada à Secretaria Municipal de Saúde – Carmem Zotti, informou que aproximadamente 120 pessoas passaram pelas consultas de reavaliação, das quais 11, passarão pelas cirurgias eletivas no sábado (20).

Outra quantidade de pacientes está aguardando pelo procedimento do risco cirúrgico, para também ser operadas, e há alguns casos de alta complexidade, que também estão recebendo atenção da Administração para o devido encaminhamento.