11/04/2021 às 10:49, Atualizado em 11/04/2021 às 10:54

Vacinados com a CoronaVac contra a Covid no dia 20/03 receberão 2ª dose na terça (13/04)

Atendimento será no Drive-thru ao lado da Upa e no ESF Jandaia. Sidrolândia começa a vacinar idosos a partir dos 60 anos, e orienta sobre os pacientes com comorbidades graves. Leia a matéria e entenda

Cb image default
Sidrolândia vacina contra a Covid-19 (Foto: Rafael Brites)

Está garantida a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 em Sidrolândia, aos idosos que receberão o imunizante CoronaVac no dia 20 de março no Drive-thru ao lado da Upa.

A Prefeitura de Sidrolândia recebeu mais uma remessa de vacinas do Ministério da Saúde via Secretaria de Estado de Saúde, e a Secretaria Municipal de Saúde – que gerencia a campanha – anunciou a vacinação na terça-feira (13/04) em dois locais de atendimento.

O Drive-thru ao lado da Upa funcionará a partir das 5 horas da manhã para idosos em carros e motocicletas (não é necessário sair do veículo), com 350 doses reservadas.

O ESF Jandaia atenderá pedestres ou que chegarem de bicicleta, a partir das 6 horas da manhã, com 150 doses destinadas.

Orientações

A coordenadora de Imunização, da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira Alana Furtado Hefler, esclarece que esta campanha na terça-feira, será somente para quem foi vacinado no dia 20 de março com a CoronaVac, quando foi realizado o primeiro Drive-thru, ocasião em que algumas pessoas chegaram a pé e também foram atendidas.

Outra observação feita pela enfermeira é que o imunizante CoronaVac deve ter a segunda dose aplicada no período entre 21 a 28 dias após a primeira aplicação, e não pode ser utilizado outro imunizante (no caso, a AstraZeneca).

Os idosos devem comparecer com o comprovante da primeira vacinação, para que os profissionais tenham a confirmação para ministrar a segunda dose.

Alana também esclareceu que não serão aplicadas vacinas para quem foi atendido nas outras datas anteriores, e é importante o comparecimento aos locais de vacinação com máscaras, além dos documentos (RG, CPF e comprovante de residência).

E quem tomou a AstraZeneca?

Sobre o outro imunizante, a enfermeira explicou: “Quem tomou a primeira dose da vacina AstraZeneca tem até 3 meses para receber a segunda dose. O Ministério da Saúde vai enviar a remessa para a segunda dose perto de completar os 3 meses. Quem tomou esta marca de vacina, deve buscar a orientação em sua Unidade de Saúde e verificar a disponibilidade”.

Vacinação agora a partir dos 60 anos, com prioridade para comorbidades graves

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a campanha de vacinação contra a Covid-19 passa a ser para a faixa etária acima dos 60 anos, mas que os pacientes com comorbidades graves que tiverem a partir dessa idade, serão prioridade.

Sidrolândia recebeu ontem (10/04) mais 200 doses da AstraZeneca, que serão distribuídas a partir da segunda-feira (12) nas Unidades de Saúde, que realizarão a primeira dose a idosos a partir dos 60 anos.

Cada posto de saúde aplicará essa vacina nos primeiros que comparecerem e agendará a imunização das pessoas, em caso de se esgotar o lote com as 200 doses. Dessa maneira, com o intuito de evitar aglomerações, será feito o contato por telefone para os agendados, para que compareçam na data e horário combinados a fim de buscarem a primeira dose.

Quais são as comorbidades graves para fins de vacinação?

- Pacientes com doenças imunossuprimidas;

- Oncológicos com doença ativa em tratamento;

- Transplantados de órgão sólido ou de medula óssea e renais crônicos;

- Pneumopatias crônicas graves;

- Pacientes com doenças cardiovasculares crônicas, que tenham sido submetidos a procedimentos operatórios;

- Doença cerebrovascular;

- Obesidade mórbida;

- Diabéticos e hipertensos, somente se for descompensada (sendo necessária a apresentação do cartão de acompanhamento para comprovar, ou laudo médico ou a enfermeira da Unidade de Saúde);

- Cirrose hepática.

Para todos esses casos de comorbidades graves, a orientação é para que seja consultada a Unidade de Saúde onde o paciente é cadastrado para verificação da disponibilidade da vacina.