25/02/2021 às 10:29, Atualizado em 25/02/2021 às 10:32

Ano Letivo na Rede Municipal começa no dia 01/03 com aulas remotas

Prefeitura de Sidrolândia acompanha decisão tomada por municípios durante Assembleia Geral na Assomasul

Cb image default
Aulas em Sidrolândia começarão sem a presença dos alunos (Foto: Karina Souza)

A Prefeitura de Sidrolândia, através da Secretaria Municipal de Educação (Seme), anunciou que o Ano Letivo de 2021 nas Escolas Municipais e Centros Municipais de Educação Infantil, terá início na segunda-feira (01/03) com aulas remotas.

A prefeita Vanda Camilo havia declarado ontem (24/02), que Sidrolândia acompanhará a decisão tomada em Assembleia Geral da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) ocorrida na terça-feira (23), quando os prefeitos optaram por começar as aulas na Rede Municipal de Ensino, pelo sistema online, e prorrogar a volta dos alunos às salas (presencial).

Mais tarde, a secretária Municipal de Educação, Maristela Santos Ferreira Stefanello, confirmou a medida e orientou os pais e responsáveis pelos alunos.

- Nos reunimos e decidimos que o melhor caminho neste momento seria seguir as decisões da Assomasul, que se reuniu com os prefeitos, onde foi colocado que a Rede Estadual e a Rede Municipal estariam iniciando as aulas remotamente por um período aproximado de 30 dias. Então a Rede Municipal de Sidrolândia não poderia deixar de acompanhar, porque envolve uma série de fatores, principalmente sobre o transporte escolar, já que a nossa Rede Municipal de Ensino tem um calendário escolar em consonância com a Rede Estadual, onde a gente trabalha este transporte junto com os alunos da Rede Estadual, e para o Município ficaria muito oneroso custear esse transporte separado do Estado – explicou a secretária.

Maristela elencou ainda como fator que pesou para a adesão à mudança apresentada pela Assomasul, que a maioria dos professores da Rede Municipal de Ensino também atuam na Rede Estadual. O período, de acordo com a secretária, será ideal para a melhor organização das unidades escolares frente ao protocolo de biossegurança de prevenção à Covid-19.

- Nesse período, as escolas vão se reorganizando, atendendo os alunos, tirando dúvidas, e os professores estarão cumprindo sua carga horária na escola, seguindo o horário de aula, e prestando atendimento remoto aos alunos da escola, e não mais como era no ano passado, quando era pelo WhatsApp – comunicou.

A Secretaria Municipal de Educação estará com uma plataforma de ensino, e os alunos que não tiverem acesso à internet receberão as atividades impressas pela escola. Cada unidade fará o plano de ação e definirão a melhor estratégia de atendimento aos alunos que necessitarem.

- Os pais que tiverem dúvidas podem comparecer às unidades escolares para falar com os diretores, e todos serão muito bem atendidos. Então, a partir do início na segunda-feira, e em princípio, até 1º de abril, os alunos terão aulas remotas – finalizou a secretária.

Protocolo de biossegurança

As 27 unidades de ensino da Rede Municipal (Escolas e Cmeis), já receberam os insumos e EPIs para o cumprimento das normas de biossegurança de prevenção à Covid-19.

Neste quesito, as gestões escolares foram orientadas pela Seme, para seguirem o protocolo.